9 min read 

A negociação de curto prazo é considerada uma alternativa mais arriscada para os investimentos mais tradicionais. Ela é normalmente realizada com derivativos ou instrumentos de CFD, que permitem comprar e vender uma posição dependendo da direção que o trader supõe que o preço pode seguir. 

Ao negociar em períodos curtos, não basta simplesmente analisar as notícias econômicas. Às vezes, sobra muito pouco tempo para captar o momento, e, se você se atrasar um pouco, não conseguirá aproveitar as novidades. Então, como analisar os gráficos se você está se concentrando nas negociações de curto prazo? Estas são as 3 maneiras de aprimorar sua técnica. 

1. Analise os diferentes períodos do gráfico

Ao analisar o mercado, você pode expandir sua atenção para diferentes períodos de gráficos. Às vezes, uma oportunidade pode ser menos óbvia em um período mais curto no gráfico e mais óbvia se você diminuir o zoom e olhar o quadro geral, e vice-versa. Avaliar um ativo em diferentes períodos também pode ajudar a confirmar uma tendência e tomar uma decisão mais acertada.

Como exemplo, vamos olhar para as ações da Tesla e avaliar seu gráfico em três períodos diferentes: 30 minutos, 2 e 4 horas. Se dermos uma olhada nas condições de curto prazo e analisá-las com uma combinação simples dos indicadores IFR e MMS, podemos ver que ambos os indicadores sugerem que a Tesla está em uma forte tendência de alta. O IFR está mostrando que a Tesla está prestes a atingir o nível de sobrevenda, o que pode ser um sinal para uma reversão da tendência num futuro próximo.

3 Etapas para uma Melhor Análise de Curto Prazo

Afastando o zoom, uma olhada no período de 2 horas nos mostra que a tendência de alta está surgindo e é provável que prevaleça em uma base de longo prazo.

3 Etapas para uma Melhor Análise de Curto Prazo

Para confirmar isso, um trader pode dar uma olhada no gráfico de velas de 4 horas. O IFR sugere uma reversão, enquanto um cruzamento da MMS ainda não aconteceu.

3 Etapas para uma Melhor Análise de Curto Prazo

Com base nesta análise, um trader pode buscar uma oportunidade de uma posição de “compra” e continuar com a tendência até que uma reversão de baixa apareça no gráfico de 4 horas.

Uma análise de diferentes perspectivas do gráfico pode permitir que um trader decida sobre a duração do suporte e da resistência da negociação, sua direção e geralmente pode dar ao trader mais informações sobre a formação do preço. Pode-se considerar a abertura de várias guias com o mesmo ativo e alternar entre elas quando necessário, a fim de analisar rapidamente o ativo em diferentes intervalos de tempo.

2. Pesquise por padrões de gráfico

Os padrões de gráfico podem ser considerados uma das chaves para uma análise técnica bem-sucedida. Os padrões de gráfico aparecem e indicam fases importantes do mercado às quais um trader deve estar atento: movimento para cima e para baixo e tendência lateral. 

Existem dois tipos de padrões de velas que todo trader deve considerar aprender: padrões de reversão e continuação. Embora seja aconselhável verificar novamente os sinais recebidos dos padrões, eles podem ser indicações convenientes do que se pode esperar do mercado.

3. Ajuste seus indicadores

Embora a maioria dos indicadores funcione bem com as configurações padrão, aprender como ajustar o indicador às suas necessidades, o período específico e as condições de mercado que você negocia pode permitir que você aprimore sua estratégia. Mas como saber quais configurações usar?

Configurações menores normalmente levam a maior sensibilidade do indicador, enquanto configurações maiores tornam o indicador menos sensível e, portanto, os sinais podem ser considerados mais precisos (no entanto, isso ainda não significa que eles estejam 100% corretos). Um exemplo disso é o indicador IFR, que pode ser usado com as configurações padrão de sobrecomprado em 70 e sobrevendido em 30, mas também pode ser ajustado para os níveis de 80/20 para uma abordagem mais informada. Ao mesmo tempo, os indicadores com configurações maiores podem estar atrasados.

É tudo uma questão de encontrar o equilíbrio e ajustar o indicador de uma forma que corresponda à sua abordagem de negociação. 

4. Etapa extra: tomada de decisão rápida

Nas negociações de curto prazo, não há muito tempo para tomar uma decisão. Às vezes, tudo precisa ser decidido em minutos, e pensar muito pode ser prejudicial. Isso, porém, não significa que você deva abraçar todas as oportunidades que acha que existem. É importante ser capaz de analisar os riscos rapidamente, portanto, preparar seu plano de negociação com antecedência e evitar decisões precipitadas são componentes cruciais de uma melhor técnica de negociação de curto prazo.

Conclusão

Negociar em períodos curtos é muito diferente da rota de investimento mais tradicional, por isso, envolve métodos diferentes. Para possivelmente melhorar sua análise dos mercados ao negociar no curto prazo, você pode tentar avaliar diferentes períodos dos gráficos, procurando por padrões de velas e ajustando as configurações de seus indicadores. Outra parte importante da negociação de curto prazo é tomar decisões rápidas, uma habilidade que deve ser dominada por qualquer trader que deseje fazer da negociação de curto prazo seu foco principal.

Negocie agora