14 min read 

Os movimentos do mercado são moldados pelo comportamento dos compradores e vendedores e, muitas vezes, padrões semelhantes podem ser encontrados no gráfico. Esses padrões podem se formar quando o preço atinge determinado nível, deixando ambos os lados a decidir quem está no comando.

Muitos traders confiam nos padrões do gráfico para possíveis indicações de continuação ou reversão da tendência e, embora não existam métodos que possam prever o comportamento do mercado 100% do tempo, os padrões podem ser bastante úteis quando usados corretamente.

O que são padrões de velas?

Os padrões são formações de velas que são identificadas conectando pontos de preços comuns, como máximos e mínimos, dentro de um período específico. Os pontos conectados formam certas imagens no gráfico, com base nas quais os traders podem fazer suposições sobre o próximo movimento do mercado. Os padrões são diferentes: alguns podem parecer mais complicados de localizar do que outros.

Os padrões de velas podem ser usados para todos os tipos de prazos, incluindo a negociação intradiária, gráficos semanais ou até mensais. Dependendo do padrão, ele pode conter de uma a dezenas de velas.

Alguns exemplos de padrões são os três corvos negros, três soldados brancos, cabeça e ombros e assim por diante. E sim, os padrões podem consistir em apenas uma vela e ainda ter um significado importante para o mercado: por exemplo, padrões como o Martelo ou Doji.

Padrões de reversão vs. continuação de tendência

Existem dois tipos de padrões de negociação: padrões de velas de reversão e de continuação. Ambos são igualmente importantes para os traders.

  • Os padrões de continuação, conforme sugere seu nome, podem sinalizar que a tendência existente provavelmente continuará após uma breve pausa. Tais padrões podem ser encontrados no meio da tendência, quando o breve período de incerteza é resolvido com o preço continuando a seguir seu movimento anterior.
  • Os padrões de reversão indicam que a tendência existente está perdendo seu ímpeto e que se espera que o preço mude em breve para a direção oposta. Por exemplo, uma tendência de alta pausada pode indicar que cada vez menos traders estão otimistas sobre o ativo e, após um impasse temporário, os baixistas assumem o controle, revertendo a tendência para baixo.

Peculiaridades dos padrões de gráfico

Há várias coisas importantes a serem lembradas ao negociar com padrões de velas:

  • Um padrão é considerado confirmado quando a primeira vela após o padrão fecha na direção suposta: a mesma direção da tendência para um padrão de continuação, a direção oposta para um padrão de reversão.
  • Normalmente, quanto mais tempo leva para o padrão se desenvolver e quanto maior o movimento dentro dele, mais forte é o movimento esperado quando ele romper o padrão.
  • Os padrões de negociação podem fornecer sinais tanto para a entrada quanto para a saída de uma negociação.
  • Os padrões de gráfico com um pequeno número de velas envolvidas podem ser adequados aos traders de curto prazo, enquanto os investidores focados no mercado de longo prazo podem se beneficiar de formações mais complexas.

Padrões de gráficos de reversão

Quando os traders pensam na análise do gráfico, muitas vezes a escolha óbvia são os indicadores. Então, por que se preocupar com os padrões do gráfico?

A realidade é que os padrões do gráfico são outra forma útil de avaliação do mercado. Os padrões do gráfico podem indicar as preferências dos investidores em determinado momento e dar ao trader uma ideia de para onde o mercado pode estar se dirigindo. Porém, para operar com padrões de gráfico livremente, é necessário familiarizar-se com os diferentes padrões de reversão para poder reconhecê-los mais facilmente.

Com os padrões de reversão, os traders podem identificar tendências que estão perdendo volume e entrar em tendências emergentes em tempo hábil. Vamos dar uma olhada em vários padrões de reversão de tendência, começando com formações mais simples e prosseguindo com as opções mais avançadas.

Strike de Três Linhas

Uma formação de velas que se concentra em quatro velas pode ser implementada em intervalos de tempo curtos.

A versão de baixa do Strike de Três Linhas é apresentada em três velas de alta, cada uma fechando mais alto do que a anterior. A quarta vela abre no mesmo nível ou acima da terceira, mas reverte e fecha abaixo da primeira vela do padrão.

A versão de alta desse padrão consiste em três velas de baixa, cada uma fechando com uma nova mínima. A última vela abre no mesmo nível ou até abaixo da terceira, mas reverte em uma direção para cima e fecha mesmo acima da primeira vela da sequência.

O que procurar:

  • Para uma tendência de alta: uma sequência de três velas vermelhas, cada uma fechando abaixo da anterior, seguida por uma quarta vela verde forte, que fecha acima da primeira vela do padrão.
  • Para uma tendência de baixa: três velas verdes, formando novas máximas, seguidas por uma vela vermelha. A vela vermelha fecha abaixo da primeira vela da sequência.
Por Que Se Importar Com Padrões de Reversão?
Um Strike de Três Linhas de baixa

Três Corvos Negros

Este padrão de alta concentra-se em torno de três velas de baixa que aparecem após uma tendência de alta no mercado. A peculiaridade é a posição das velas: cada uma abre dentro do corpo da anterior e fecha perto de sua parte inferior. As barras desenham baixas mais baixas e o padrão pode indicar uma reversão de tendência em grande escala.

O que procurar:

  • Três velas vermelhas após uma forte tendência de alta, cada vela abrindo abaixo da anterior
  • Se a primeira vela do padrão começar mais alto do que a vela anterior, isso pode indicar uma reversão mais forte
Por Que Se Importar Com Padrões de Reversão?
Padrão Três Corvos Negros

Um cenário oposto, com três velas de alta seguindo uma tendência de baixa, é chamado de Três Soldados Brancos. O princípio permanece semelhante, este padrão pode sinalizar uma reversão do mercado para o lado positivo.

Cunha de queda

Com duas linhas de tendência descendentes se aproximando, o padrão de cunha de queda pode ser um sinal para uma reversão de alta.

O que procurar:

  • Duas linhas de tendência devem conectar os máximos e os mínimos da tendência, respectivamente
  • A reversão da tendência é confirmada após o rompimento acima da linha de tendência superior, com o gráfico movendo-se na direção ascendente
Por Que Se Importar Com Padrões de Reversão?
O padrão de cunha de queda como visto no USD/JPY

Cunha ascendente

Uma cunha ascendente consiste em duas linhas de tendência ascendentes, que estão se aproximando. Um rompimento para o lado negativo confirma esse padrão e pode sinalizar uma mudança da tendência de alta para uma de baixa.

O que procurar:

  • Duas linhas de tendência devem ser colocadas nas altas e nas baixas de uma tendência de alta
  • Uma confirmação para a cunha ascendente é recebida após uma ruptura para baixo da linha de tendência inferior
Por Que Se Importar Com Padrões de Reversão?
Um exemplo de cunha ascendente no gráfico de ações da easyJet

Conclusão

Embora nem sempre seja fácil distinguir os padrões de negociação no gráfico, eles continuam sendo ferramentas de análise muito usadas pelos traders. Sua versatilidade permite que sejam usados em gráficos de qualquer instrumento, seja Forex, Ações, Criptomoedas ou qualquer outro ativo de negociação. Os padrões de reversão, em particular, permitem que os traders encontrem sinais de tendências emergentes e decidam sobre uma entrada ou saída a tempo.

É importante observar que os padrões podem dar indicações falsas, assim como todas as outras ferramentas de análise. Operar com padrões gráficos requer não apenas prática, mas também compostura e autodisciplina.

À plataforma