7 min read 

O IFR é um indicador eficaz que é amplamente utilizado por traders iniciantes e experientes. Por que ele é tão popular? Bem, antes de tudo, devido à simplicidade do design do indicador, pois ele é fácil entender depois que você aprende a usá-lo. Outra grande coisa sobre o Índice de Força Relativa é que ele pode ser combinado com vários outros indicadores e apoiar diferentes abordagens e estratégias de negociação. Hoje, examinaremos uma combinação do IFR com outro indicador de ímpeto (momentum), MACD e uma Média Móvel Simples para uma estratégia que funcione em prazos curtos e longos.

Índice de Força Relativa

O indicador IFR é usado para medir a força da tendência e encontrar possíveis pontos de reversão. Ele consiste em uma linha base de 14 períodos e dois níveis: sobrecomprado e sobrevendido. Esses níveis são definidos em 30 e 70 ou 20 e 80, dependendo da estratégia do trader. Definir o indicador em 20 e 80 é geralmente considerado uma abordagem mais conservadora. Isso torna o indicador menos sensível às flutuações de preço e pode dar indicações mais fortes, no entanto, isso depende realmente da preferência do trader.

Um exemplo do indicador IFR emitindo um sinal de venda

Com o indicador IFR, um sinal de Compra é recebido quando a linha de base atinge ou cruza o nível de sobrevenda e começa a subir. Um sinal de Venda é recebido quando a linha de base atinge a linha de sobrecompra e reverte para baixo.

IFR + MMS + MACD

Esta combinação é um trio composto por um indicador voltado para o futuro e dois atrasados. O IFR é um oscilador voltado para o futuro, o que significa que ele mostra as possíveis mudanças futuras no preço. A Média Móvel Simples é um indicador atrasado, que segue as tendências. O IFR mostra os possíveis pontos de reversão e a MMS ajuda a confirmar o sinal. O MACD mostra a força da tendência e sua direção. Nesta estratégia, ele é usado para confirmar os sinais dos dois primeiros indicadores. Então, como ler os sinais e usar esses indicadores juntos? Vejamos o exemplo abaixo para vê-los em ação.

Um exemplo de todos os três indicadores emitindo um sinal de Compra

No exemplo, a linha de base do indicador IFR está acima de 50 e subindo. O gráfico de velas está cruzando a linha da MMS de baixo para cima e se movendo acima dela, e o indicador MACD também está emitindo um sinal de Compra: a linha azul está cruzando a linha laranja de baixo para cima.

Um sinal de Venda seria recebido se as velas estivessem se movendo sob a linha da MMS, a linha de base IFR se movendo em direção ao nível de sobrevenda e o MACD mostrando barras vermelhas com a linha azul cruzando para baixo a laranja.

Instalação e configuração

Para aplicar os três indicadores, basta encontrá-los no menu de indicadores na plataforma. Você pode usar o campo de pesquisa para isso ou encontrar o IFR e o MACD na seção Ímpeto (momentum) e as médias móveis na seção Popular.

Nos exemplos acima, todos os indicadores são usados com suas configurações padrão, no entanto, traders mais experientes podem alterar as configurações dos indicadores de acordo com suas próprias necessidades.

Configurações padrão para o IFR

Por exemplo, um trader pode alterar os níveis de sobrecompra e sobrevenda para o IFR, o período para a MMS ou os períodos para o MACD. No entanto, não há nada de errado em usar os indicadores com as configurações padrão.

Conclusão

Estes três indicadores se complementam e, quando usados juntos, podem fornecer ao trader sinais sobre a força da tendência e os pontos de reversão. Ainda assim, não há indicador ou estratégia que garanta 100% de sucesso. A negociação é arriscada e, portanto, deve ser tratada com cautela. Os traders precisam praticar e lembrar o tempo todo do gerenciamento de riscos.

Negocie agora