7 min read 

Quer você admita ou não, a psicologia desempenha um importante papel em suas negociações diárias. Todos os dias, tomamos centenas de decisões sobre as quais não temos controle. Nosso cérebro usa “programas de piloto automático” para nos ajudar a navegar pelo mundo. Na maioria das vezes, isso é uma coisa boa. A vida seria exaustiva se tivéssemos que pensar em cada respiração ou em cada passo que damos ao caminhar.

No entanto, esses “programas” podem assumir o controle de nossas decisões e ações em momentos desfavoráveis para nós. Por exemplo, existem muitas decisões de negociação que tomamos sob a influência desses reflexos. Vamos ver como isso pode impactar a abordagem de negociação dos traders.

1. Medo de perder

As perdas são uma parte natural da negociação, todo trader sabe disso. No entanto, muitos traders têm tanto medo delas que, em suas tentativas de evitá-las, começam a agir de forma irracional. Por exemplo, alguns traders mantêm uma negociação perdida na esperança de que ela reverta. No final, eles fecham com uma perda ainda maior do que antes.

Na mente de um trader, perder é algo muito ruim e ele deve fazer o possível para reverter uma perda. Isso faz parte da nossa natureza: lutar contra um resultado que é ruim para nós. Na realidade, perder é uma parte normal de uma curva de aprendizado e é importante ser capaz de lidar com um resultado não lucrativo.

No entanto, quando os traders seguem seu plano de negociação e utilizam ferramentas de gerenciamento de riscos sempre que negociam (definindo níveis de Stop Loss e Take Profit, bem como planejando saídas da negociação), isso pode ser administrável.

2. Inclinação à acessibilidade

Nosso cérebro está programado de forma a nos fazer acreditar que nossas experiências mais recentes são verdadeiras. Embora muitas vezes o conhecimento a que temos acesso imediato não seja preciso, em vez de fazer uma pesquisa cuidadosa, consideramos tudo o que nosso cérebro nos diz como algo real.

Por exemplo, muitos traders sofrem com sua própria experiência. Eles encontram uma estratégia ou um indicador e tentam implementá-lo em suas negociações. No entanto, em vez de gerar um bom resultado, eles perdem seus fundos várias vezes seguidas. Seu cérebro diz a eles que essa estratégia ou instrumento de negociação simplesmente não funciona. A estratégia é realmente ruim? Pode ser. O trader, na verdade, não sabe se ela é ruim ou não, porém, seu cérebro tende a fazê-lo acreditar nisso.

O que acontece com a experiência pessoal é que, embora seja o conhecimento mais acessível que temos, ela se baseia em uma quantidade muito pequena de dados. Até que a pesquisa e os testes necessários sejam feitos, confiar na experiência mais imediata pode ser prejudicial.

Com isso dito, é importante ser capaz de abandonar uma estratégia, se ela não funcionar para você. No entanto, certifique-se de testá-la completamente na Conta de Prática antes de considerá-la inútil.

3. Altas expectativas

Isso envolve a expectativa de resultados, mas sem qualquer abordagem real de negociação. Os traders esperam que as circunstâncias se encaixem e gerem um resultado favorável, sem nenhum esforço de sua parte. É muito fácil olhar para o gráfico e notar centenas de boas entradas que podemos ver em retrospectiva.

Na realidade, porém, resultados positivos só podem ser alcançados com a análise necessária. Há dezenas de ativos diferentes e, entre eles, o trader tem que encontrar o certo e, a partir daí, decidir o momento correto para entrar e sair.

Outra expectativa de muitos traders é receber um retorno verdadeiramente grande todas as vezes. Resultados elevados são raros e os traders precisam domar seu entusiasmo e olhar para a situação de forma racional. Defina seus objetivos de maneira realista e tente segui-los de perto, em vez de se entregar à impaciência e à ganância.

Conclusão

Como você pode ver, nosso cérebro desempenha um papel fundamental em todas as áreas de nossa vida, incluindo a negociação. Embora possa ser difícil escapar dos padrões familiares, mesmo um pequeno esforço consciente tem o potencial de melhorar sua abordagem de negociação.

À plataforma