6 min read 

Darvas Box (ou Caixa de Darvas, em uma tradução livre) é um indicador com história para contar. Ele foi inventado por um dançarino e investidor autodidata de sucesso, Nicolas Darvas. Formado como economista, Darvas seguiu a carreira de dançarino, mas passava a maior parte de seu tempo livre lendo livros sobre investimentos e finanças. Com isso, Darvas desenvolveu uma abordagem própria. Ele fez fortuna e publicou um livro chamado How I Made $2,000,000 in the Stock Market (Como ganhei $ 2.000.000 no Mercado de Ações), no qual ele explicou sua abordagem com relação à negociação. A estratégia atenderá especialmente àqueles que gostam de negociar ações. Vamos dar uma olhada mais de perto nesta estratégia para entender como e quando ela pode ser aplicada.

Como ela funciona?

A Darvas Box é uma estratégia de ímpeto (momentum) que usa uma ferramenta de análise técnica muito particular para determinar os pontos ideais de entrada e saída do mercado. A ideia da estratégia de Darvas é simples: o trader deve considerar comprar uma ação que ultrapasse a linha superior (verde) da caixa existente. Porém, obviamente, a estratégia toda não é tão simples assim.

A estratégia é completamente focada em ações que mostram um movimento consistente ascendente e é baseada principalmente em análises técnicas. No entanto, Darvas também implementaria elementos de análise fundamental para decidir quais ações escolher. Ele privilegiava aquelas com volume crescente, o que por si só é um indicador confiável de próximo movimento ascendente.

Observe que não há ordens de VENDA (SELL) quando se trabalha com a estratégia Darvas Box. Todas as ações que deixam a caixa na direção descendente não são negociadas.

Como negociar?

O indicador é criado por linhas desenhadas ao longo das altas e baixas do preço durante um período específico para fazer com que se pareça com uma caixa. Todas as caixas são criadas automaticamente pelo próprio indicador. As caixas subirão quando o preço atingir novas máximas continuamente ou descerão quando o preço atingir novas mínimas.

O próprio Darvas entraria no mercado quando o preço mudasse para uma nova caixa ascendente e fixaria uma stop loss (parar perdas) no nível do topo da caixa anterior. A Trailing stop (parada móvel de perdas) é muito útil nesta estratégia, pois permite que seu nível de stop loss (parar perdas) siga o preço.

Aqui está um exemplo que o ajudará a entender melhor os princípios básicos desta estratégia. Se o preço do ativo flutuar entre $ 55 e $ 60, ele cria uma caixa. Se o preço subir, digamos, para $ 60,50, uma nova caixa será criada acima. Nesse caso, Darvas entraria no mercado e definiria a stop loss (parar perdas) logo abaixo do topo da caixa anterior. Ele considerava que, uma vez que a caixa fosse quebrada, o preço iria se dirigir à nova caixa. Se o preço começasse a cair, ele fecharia a negociação.

Obviamente, como qualquer estratégia, a estratégia da Darvas Box não fornece sinais precisos 100% das vezes. O próprio Darvas enfatizou a importância de um diário de negociações, no qual você mantém um registro de todas as suas negociações. É importante aprender com os erros que você comete e analisar suas negociações passadas.

Você pode combinar o indicador Darvas Box com indicadores de volume, como o Oscilador de Volume, para aumentar a precisão dos sinais recebidos.

Como configurar?

Agora que você já sabe ler os sinais do indicador, você está pronto para aplicá-lo. Você pode encontrar o Darvas Box na guia Tendência do menu Indicadores.

Uma boa ideia seria experimentar a estratégia Darvas Box na sua conta de prática antes de aplicá-la na conta real. Veja se ela combina com você e não se esqueça de acompanhar com atenção seus investimentos.

Experimente agora