6 min read 

Como você provavelmente já sabe, não há um único “melhor” indicador de análise técnica. Cada um deles tem seu tempo e lugar. No entanto, se solicitados a escolher sua ferramenta favorita, muitos traders responderiam “MACD”. Convergência/divergência de médias móveis (Moving Average Convergence Divergence ou MACD) é um indicador de tendência que é usado para detectar uma tendência emergente, seja para cima ou para baixo. É por direito uma das ferramentas de análise técnica mais eficazes e comumente usadas já criadas. No artigo de hoje, daremos uma olhada mais de perto no indicador e aprenderemos como aplicá-lo em negociações.

O que é o MACD?

Convergência/divergência de médias móveis irá ajudá-lo a identificar as tendências emergentes, sem dúvida a coisa mais importante em qualquer atividade de negociação. Porém, assim como qualquer outro indicador, o MACD deve ser usado corretamente para gerar resultados tangíveis. E você precisa entender exatamente com o que está trabalhando.

Resumidamente, o MACD é uma combinação de duas linhas: uma média móvel mais lenta (laranja) e uma média móvel mais rápida (azul). A diferença entre as duas é exibida pelas barras vermelha e verde, daí, as palavras “divergência” e “convergência” no nome do indicador. Por padrão, a média móvel mais rápida é calculada com base em 12 períodos, enquanto a média móvel mais lenta usa 26 períodos.

Como usá-lo em negociações?

O MACD é uma ferramenta complexa que pode ser usada de várias maneiras:

Primeiro, você deve procurar duas médias móveis cruzando uma sobre a outra. Quando a média móvel mais rápida vai acima de uma média móvel mais lenta, pode-se esperar uma tendência de alta. Por outro lado, quando uma média móvel mais rápida cai abaixo da média móvel mais lenta, pode-se esperar uma tendência de queda. Essa é a maneira mais comum de usar o MACD na negociação.

 

Em segundo lugar, fique de olho no chamado cruzamento da linha central. Quando a média móvel mais rápida se move acima da linha central (branca), pode-se esperar que a tendência suba. E vice-versa, quando a média móvel mais rápida se move abaixo da linha de base, o preço pode se depreciar. Provavelmente, esta não é a maneira mais comum de se usar o MACD, mas ela ainda pode ser eficaz.

Finalmente, observe uma coisa chamada divergência. Quando a ação do preço e o gráfico MACD demonstrarem movimento oposto, a tendência poderá se reverter em breve. Uma divergência de alta se forma quando um título registra uma baixa mais baixa e o MACD forma uma baixa mais alta. Uma divergência de baixa se forma quando um título registra uma alta mais alta e a linha do MACD forma uma alta mais baixa. Esta é uma técnica avançada e provavelmente exigirá algum treinamento para ser aplicada corretamente. Ainda assim, ela definitivamente merece sua atenção.

Observe que todos os indicadores, por melhores que sejam, podem e irão fornecer sinais falsos de vez em quando. Portanto, é aconselhável verificar novamente os sinais recebidos com outros indicadores ou intervalos de tempo diferentes (de preferência os dois).

Como configurá-lo?

Configurar o MACD é fácil. Faça o seguinte:

1. Clique no botão “Indicadores” no canto inferior esquerdo da tela.

2. Vá para a guia “Popular”.

3. Escolha MACD na lista de indicadores disponíveis.

4. Sem alterar a configuração, clique em “Aplicar”.

Tudo pronto. Agora que você já sabe como configurar e negociar usando esse indicador, experimente o MACD e considere adicioná-lo ao seu sistema de negociação.

Experimente o MACD