6 min read 

O indicador Vortex é um oscilador usado para determinar o início de uma nova tendência ou para confirmar uma tendência em andamento, sua direção e força. Ele consiste em duas linhas que captam movimento de tendência positivo e negativo. Essas linhas são chamadas de linha de tendência de alta (VI+) e linha de tendência de baixa (VI-).

A essência desse padrão é a conexão entre os pontos mais altos e mais baixos das velas ou barras de preço do mercado. O princípio do indicador é bastante simples: quanto maior a distância entre a baixa de uma barra de preço e a alta da barra seguinte, maior é o movimento de alta. Da mesma forma, quanto maior a distância entre a alta de uma barra e a baixa da barra seguinte, maior é o movimento de baixa.

As origens

O indicador Vortex foi desenvolvido por Etienne Botes e Douglas Siepman, inspirados no trabalho de um inventor austríaco, Viktor Schauberger. Este último baseou suas ideias e descobertas nos fenômenos que ele observou na natureza. Ele examinou o fluxo de água e, seguindo essa ideia, os criadores do indicador sugeriram que os movimentos dentro dos mercados financeiros podem se assemelhar aos movimentos de vórtice no fluxo de água. Além disso, o conceito de movimento direcional foi levado em consideração, adicionando intervalo verdadeiro ao cálculo do indicador.

Como configurar

Este novo indicador da plataforma se enquadra na categoria de indicadores <Momentum> e pode ser encontrado na respectiva guia do menu de indicadores.

A configuração padrão sugere o período de 14 para as linhas principais e define a linha de sobrecompra em 1,1 e a linha de sobrevenda em 0,9. Você pode manter as configurações padrão ou alterá-las de acordo com suas necessidades e estilo de negociação.

Como negociar

Depois de aplicar o indicador Vortex ao gráfico, é hora de ler os sinais.

Por padrão, a linha de tendência de alta é de cor azul, e a linha de tendência de baixa é de cor roxa no gráfico.

Geralmente, a linha que está na posição superior mostra se o ativo está na tendência de alta ou tendência de baixa. É importante atentar para os pontos de cruzamento das duas linhas, bem como à sua posição em relação às linhas de sobrecompra e sobrevenda.

O sinal de <compra> ocorre quando a linha VI+ está abaixo da linha VI- e a cruza de baixo para cima, assumindo a posição superior. Um sinal de <venda> pode ser determinado quando a linha VI- está abaixo da linha VI+, e cruza acima de VI+ para assumir a posição superior entre as linhas de tendência.

Na imagem, você pode ver o indicador Vortex aplicado ao gráfico EUR\USD. Os cruzamentos no exemplo mostram claramente a mudança na tendência, e a distância entre as linhas reflete a força da tendência.

Como este indicador é bastante universal, ele pode ser usado tanto para negociação de curto quanto de longo prazo.

Combinar o indicador Vortex com outros indicadores ajudará a evitar sinais falsos de negociação. Uma boa pedida pode ser o MACD ou o ADX. Naturalmente, combiná-lo com indicadores de tendência permitirá uma análise de mercado mais precisa. Também pode ser útil implementar um recurso como um nível de stop loss (parar perdas) para gerenciar os riscos potenciais.

Experimente agora

OBSERVAÇÃO: Este artigo não é um aconselhamento de investimentos. Quaisquer referências a movimentos ou níveis históricos de preços são meramente informativas e baseadas em análises externas, e não garantimos que tais movimentos ou níveis provavelmente se repitam no futuro. Em conformidade com os requisitos da Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados (ESMA), a negociação de opções binárias e digitais só está disponível para clientes categorizados como clientes profissionais.


AVISO GERAL DE RISCOS:


CFDs são instrumentos complexos e trazem consigo um alto risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 77% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro quando negociam CFDs com este provedor. Você deve considerar se entende como os CFDs funcionam e se você pode correr o risco de perder seu dinheiro.