10 min read 

Embora o Forex possa não parecer uma escolha óbvia para negociação de curto prazo, existem traders que usam estratégias intradiárias neste instrumento. A abordagem depende inteiramente do tipo de trader que você considera ser.

A negociação de longo prazo geralmente está associada a um melhor gerenciamento de riscos, uma vez que a posição pode ser mantida por mais tempo e os períodos de extrema volatilidade podem não influenciá-la tanto no longo prazo. No entanto, para alguns traders, os investimentos de longo prazo são menos atraentes, pois geralmente exigem investimentos maiores e a espera pelos resultados pode levar semanas ou até meses.

O day trading no Forex pode ser uma oportunidade, embora mais arriscada, de construir pequenos resultados e gerar resultados comparáveis aos da negociação de longo prazo. Se você nunca ouviu falar de day trading antes, confira nosso extenso artigo sobre day trading aqui.

Neste artigo, abordaremos as 3 principais etapas do day trading de pares de moedas do Forex.

1. Decida a estratégia de negociação de day trading

Decidir uma estratégia significa criar um conjunto de regras que você seguirá de perto durante a negociação. A lista pode incluir as condições de negociação, valor do investimento, alavancagem, instrumentos de análise como indicadores e ferramentas gráficas, fontes de notícias para análise fundamental, basicamente, todos os detalhes sobre os quais um trader deve pensar antes de realmente abrir qualquer negociação. A negociação de Forex difere, por exemplo, da negociação de ações, pois é provável que forneça ao trader maior volatilidade no gráfico diário. 

Quais abordagens funcionam para o day trading no Forex? Claro, não existe uma solução específica que o levará a resultados 100% garantidos. Não importa o que seja: estratégia de scalping, reversão ou ruptura, é importante analisar cada estratégia de negociação para encontrar as relações risco-recompensa e ganho-perda. Para fazer isso, pode ser uma boa ideia manter um diário de todas as negociações e comparar os resultados, tirando conclusões e mudando o método, se necessário.

2. Escolha seus ativos com cuidado

Alguns traders escolhem seus ativos e adaptam uma abordagem de negociação a eles, outros aderem ao método de negociação de sua preferência e procuram ativos que funcionem melhor para eles. Não importa a ordem que você escolher, escolher os pares de moedas que você negocia já é metade do caminho. Mas como escolher um par de Forex para negociar?

Os principais fatores a serem considerados podem ser:

  • O horário de maior atividade. Cada moeda corresponde a determinado mercado de negociação: asiático, europeu, americano (leia mais sobre o melhor momento para negociar aqui). O momento em que as notícias que afetam a taxa do par de moedas são publicadas é o momento em que o par está mais volátil. Conhecer as sessões de negociação é extremamente importante, especialmente se você só pode dedicar uma parte do seu dia à negociação.
  • Volatilidade do ativo. Maior volatilidade significa mais possibilidades de tirar vantagem do ativo, mas também maior risco. Avaliar as condições de negociação do ativo pode permitir que você ajuste suas ferramentas de negociação apropriadamente.
  • Taxas de negociação e spreads. Verificar o custo da negociação e os spreads é outro fator na decisão dos pares de moedas que você negociará. Uma vantagem do day trading é que as taxas noturnas não são aplicadas, no entanto, os spreads ainda influenciarão o resultado das negociações.

3. Gerenciamento de riscos

O terceiro pilar em que se baseia qualquer abordagem de day trading é o gerenciamento de dinheiro e a cobertura de riscos (hedging). É importante perceber os riscos associados às negociações de curto prazo e gerenciar os erros que poderiam ser evitados. Esses erros podem incluir, por exemplo:

  • Manter uma posição de Forex perdedora na esperança de uma reversão. Em muitos casos, os traders que abrem uma negociação com certa previsão não estão prontos para fechá-la com o mínimo de perda e decidem mantê-la aberta na contramão de um melhor julgamento. Infelizmente, isso geralmente leva a perdas ainda maiores, que são difíceis ou impossíveis de compensar rapidamente. É por isso que definir níveis de Stop Loss e Take Profit para cada negociação é crucial para gerenciar melhor o capital geral.
  • Arriscar mais de 1 a 3% do capital total. Grandes investimentos podem ter sua razão na negociação de longo prazo. No entanto, negociações curtas carregam mais risco por padrão, então, investir grandes quantias (ou mesmo ir com tudo, como muitos traders fazem) não é razoável.
  • Ignorar as análises fundamental e técnica. No calor do momento, os traders muitas vezes abandonam seu plano de negociação inicial e começam a adivinhar os resultados em vez de analisar o mercado, o que inevitavelmente leva a perdas.
  • Abrir negociações de Forex com antecedência para notícias econômicas. É verdade que momentos de rápida volatilidade são muito importantes no day trading, mas o pré-posicionamento antes da divulgação da notícia pode ser perigoso, pois o resultado pode ser oposto ao esperado. A criação de ordens atrasadas pode ser considerada uma opção onde o risco poderia ser melhor administrado, mas os traders devem pensar sobre suas etapas com antecedência.

Conclusão

O day trading no Forex pode ser uma opção para traders experientes que podem avaliar sua abordagem de negociação, controlar suas emoções e aplicar as técnicas de gerenciamento de riscos necessárias de forma adequada. Como qualquer outro método que pode levar a resultados mais altos, o day trading deve ser exercido com cautela e, idealmente, somente após prática extensiva na conta de prática.

À plataforma