10 min read 

Há diversas abordagens que os traders utilizam diariamente quando negociam Forex, um dos instrumentos de negociação mais populares do mundo. Alguns traders usam certos pares de moedas que conhecem e preferem, pesquisando oportunidades específicas para os ativos escolhidos. Outros fazem experimentos com ativos e períodos. Não existe uma abordagem certa ou errada. Nenhum método de negociação funcionará para todos, mas existem algumas abordagens que são mais populares do que outras. A razão para isso é a simplicidade no entendimento dessas técnicas.

Como um instrumento disponível em certas horas, cinco dias por semana, o Forex tem suas limitações. Ele não pode ser negociado durante o fim de semana e taxas noturnas são aplicadas. Vejamos os 3 métodos mais comuns que os traders usam no Forex.

1. Day Trading

Um método pensado para negociar no mercado no mesmo dia de negociação. Ele implica que todas as negociações sejam fechadas antes do fechamento do mercado. Um trader abre uma negociação para seguir uma tendência de curta duração. Então, fecha a negociação e espera pela próxima tendência de curta duração. Dependendo do trader, ele pode fazer de 10 a 100 negociações em um dia, certificando-se de utilizar ferramentas de gerenciamento de riscos para gerenciar suas perdas.

Este tipo de abordagem significa que os traders não terão que pagar taxas noturnas e receberão o resultado de suas negociações dentro de algumas horas. A duração de tais negociações pode variar de alguns minutos a várias horas, mas todas as posições são fechadas antes do fechamento do mercado.

Prós e Contras

Day Trading, conforme mencionado acima, significa que uma taxa de swap não será cobrada e você verá seus resultados no mesmo dia. Além disso, pode haver várias oportunidades de negociação durante o dia nas quais os traders possam se concentrar.

Entre os contras, podemos destacar os retornos potenciais relativamente mais baixos. Os ativos raramente fazem movimentos significativos no mesmo dia, então os retornos dependerão em grande parte do investimento e do multiplicador. Outra desvantagem é o risco deste tipo de negociação de curto prazo: os traders precisam ser cautelosos e controlar suas emoções.

Análise

Os day traders normalmente confiam fortemente na análise técnica. Há pouco que um day trader possa fazer com as notícias econômicas, uma vez que o impacto dos fatores fundamentais se refletirá em períodos um pouco mais longos. É comum que os traders usem todos os tipos de combinações de Médias Móveis para identificar a tendência e entrar em uma negociação.

2. Negociação de Posição

Os traders mais pacientes ou, talvez, mais cautelosos preferem a abordagem de negociação de posição, o que significa que uma posição de negociação é mantida em uma base de mais longo prazo. Os traders que preferem este método normalmente procuram tirar proveito dos movimentos de mercado de larga escala. Pequenas mudanças de preço são irrelevantes nesta abordagem, uma vez que os traders estão concentrados no quadro geral.

Prós e Contras

Um problema que os traders podem enfrentar com este método é a questão de como definir a duração da negociação. Se o Day Trading tem a resposta em seu nome, com a negociação de posição pode ser um pouco mais complicado. Uma abordagem geral é focar em determinado objetivo de resultados que os traders podem tentar alcançar. Definir os níveis de Take Profit e Stop Loss pode ajudar a saber o limite, ou seja, o momento em que é melhor sair da negociação.

Análise

Uma vez que a estratégia é orientada para grandes oscilações de preço, os traders geralmente buscam fatores fundamentais nos quais possam basear suas previsões. Um bom entendimento de como os fatores econômicos afetam os mercados é crucial para os traders que desejam usar esta abordagem. A maioria dos traders combina análise fundamental e técnica para obter melhores resultados, e muitos traders procuram padrões de velas, como Cabeça e Ombros, para tentar prever os movimentos do mercado.

3. Estratégia de Scalping

Embora possa parecer trabalhoso para alguns, os traders ativos que preferem o próprio processo de negociação, muitas vezes recorrem ao Scalping como sua abordagem principal. Esta estratégia implica a abertura de várias negociações curtas (30 segundos a 1 minuto) durante o dia, buscando os mínimos resultados.

Prós e Contras

Esta estratégia pode parecer ilógica, já que normalmente um bom resultado é o objetivo principal de um trader. No entanto, os traders que implementam esta abordagem consideram os pequenos resultados suficientes, levando em consideração a quantidade de negociações. 

Como as negociações são muito curtas, os traders podem usar pequenos valores de investimento. Porém, o fluxo desta abordagem ainda é arriscado, uma vez que as negociações podem se tornar não lucrativas, e o trader pode perder todo o saldo na tentativa de se recuperar.

Análise

Quando se trata de Scalping, a análise técnica pode ser útil, pois muitos indicadores funcionam bem em curtos intervalos de tempo. O único ponto importante a observar é que o desempenho passado de um ativo não é um indicador infalível das mudanças de preço futuras. Qualquer indicador pode cometer erros e exibir sinais incorretos. Ao praticar o Scalping, os traders devem estar extremamente conscientes disso, uma vez que perceber sinais falsos em períodos tão curtos pode ser um desafio. 

Independentemente da abordagem que você escolher, é sempre melhor testá-la primeiro na conta de prática. Experimentar todas as estratégias com dinheiro de prática (fictício) antes de utilizar seus fundos reais é uma boa maneira de explorar com segurança suas preferências de negociação.

Negocie agora