6 min read 

Negociar pode parecer fácil e atraente para quem nunca negociou. Isso acontece, em grande parte, devido à influência da mídia, onde a imagem de um trader ou investidor é geralmente aliada ao glamour. Existem inúmeros filmes e programas sobre isso, então mesmo aqueles que já têm alguma experiência de negociação ainda a tratam como um jogo ou esperam que ela seja uma maneira fácil de ganhar dinheiro.

No entanto, isso simplesmente não condiz com a realidade. Negociar envolve muitos desafios e riscos que os traders enfrentam todos os dias. Todos têm que saber sobre eles e estar preparados para gerenciá-los, a fim de evitar decepções inesperadas e, em vez disso, focar nas coisas importantes. Hoje, aprenderemos sobre 5 obstáculos que os traders podem encontrar ao iniciar sua jornada.

Negociar requer (muito) estudo

Embora seja natural estudar quando queremos nos tornar gerentes, programadores ou pintores, quando se trata de negociação, muitas vezes as pessoas esperam resultados satisfatórios sem o aprendizado necessário. A verdade é que, sem compreender os instrumentos de negociação e os mercados, não é possível melhorar, mesmo que o trader tenha sorte ocasionalmente. Confiar na sorte não é uma estratégia eficaz e muito provavelmente resultará em perdas. Para crescer, é preciso continuar aprendendo, encontrando novas informações, lendo livros, artigos e assistindo a vídeos.

Os mercados estão sempre mudando

Os mercados estão sempre flutuando e pode ser difícil entender o que está acontecendo. É por isso que é necessário estar sempre por dentro das últimas notícias, pelo menos no que diz respeito aos ativos nos quais o trader está se concentrando. Avaliar o ativo pode ser desafiador, mas é crucial para tomar boas decisões. A primeira etapa é aprender sobre análises técnicas e fundamentais, bem como sobre os padrões de velas. Um amplo conhecimento sobre as possíveis ferramentas de análise de mercado pode ajudar a decidir sobre a abordagem pessoal mais eficaz.

Negociar é arriscado

Há uma grande chance de perder todo o investimento durante a negociação e isso acontece com muita frequência. Isso se deve a muitos motivos diferentes: avaliação incorreta do estado do mercado, mudanças imprevisíveis de preços, negociação dominada pelas emoções e assim por diante. Mesmo os traders mais experientes falham de vez em quando. Pode ser um verdadeiro desafio criar um sistema de negociação devidamente equilibrado que leve os riscos em consideração.

Emoções interferem na razão

Falando em emoções, este é um obstáculo que os traders geralmente não esperam. Embora um trader não possa controlar o mercado, ele é definitivamente capaz de controlar seu próprio comportamento. Infelizmente, a maioria dos traders falha em fazer isso. A negociação pode desencadear emoções como ganância e medo. Adicione entusiasmo a essa mistura, e a receita para uma abordagem ruim de negociação está completa. As emoções forçam os traders a tomar decisões irracionais, fazer suposições precipitadas e, como resultado, perder seu investimento. É por isso que gerenciar as emoções é tão importante quanto estudar o mercado.

Incerteza e impaciência

A impaciência não é exatamente uma emoção, mas pode causar tantos danos quanto. Com a negociação, não há garantias. Um trader nunca pode saber exatamente o que vai acontecer. Ninguém gosta de incertezas: todos querem os melhores resultados possíveis, o mais rápido possível. Com a negociação, é necessário um pouco mais de paciência e abordagem estratégica.

Conclusão

Considerando o que vimos até aqui, a negociação não pode ser considerada algo “fácil”. Pelo contrário, ela envolve muitos riscos. Negociar implica em um plano elaborado que combina estudar o mercado, utilizar ferramentas de análise, implementar técnicas de gerenciamento de riscos, lidar com emoções e administrar a excitação e a impaciência.

À plataforma