6 min read 

Ler livros, artigos, seguir conselhos de outros traders… Tudo isso funciona até certo ponto. No entanto, a construção de um plano baseado em sua própria abordagem é o melhor caminho a seguir.

Isso envolve fazer a si mesmo muitas perguntas e refletir sobre a experiência que você viveu até agora. Pode ser útil pegar um bloco de notas e anotar suas conclusões, mesmo que um ou dois minutos depois você tenha uma nova visão sobre as coisas.

Fazer um plano 

O que você deve considerar ao desenvolver sua própria estratégia de negociação? Vamos examinar as ideias possíveis. Ao fazer isso, você pode perceber diferentes aspectos. Anote-os. Eles ajudarão você a obter consistência e economizar tempo mais tarde, pois você terá um checklist a seguir.

Primeiramente, é importante aprender como o mercado funciona. O que significa comprar na baixa e vender na alta? O que os gráficos realmente representam? O que influencia o movimento dos preços e forma os ciclos?

Compreender os princípios básicos é a chave para uma boa estratégia. Os mercados são complexos, e você deve aprender sobre eles passo a passo. Não há necessidade de se apressar e tentar cobrir todos os assuntos de uma só vez. Permita-se descansar e processe as informações recém-adquiridas antes de avançar. Não se preocupe com a abundância de informações: o progresso em si é o que realmente importa

Em segundo lugar, você deve decidir sobre o instrumento e o prazo em que negociará. Qual instrumento você prefere negociar? Você é um scalper, um day trader, um swing trader ou um position trader? Quanto tempo você costuma manter suas posições? Mais importante, quanto tempo você está pronto para dedicar à negociação todos os dias? Decidir sobre as condições com as quais você se sente confortável é um passo importante no processo de planejamento da estratégia. Assim, você poderá reservar um tempo para negociar e fazer da negociação parte da sua rotina.

Em terceiro lugar, escolha as ferramentas que você deseja usar. Você pode usar indicadores como Médias Móveis e MACD, bem como níveis de suporte e resistência para definir a tendência. Combine-os com osciladores como IFR ou Estocástico para identificar pontos de entrada. Você também pode aprender sobre os padrões de velas. Eles podem ajudá-lo a determinar a direção futura da tendência e encontrar uma oportunidade de negociação.

Não se esqueça de usar os recursos extremamente úteis da plataforma: os níveis de take profit (recolher lucro) e stop loss (parar perdas) ajudarão você a lidar com o gerenciamento de riscos. A combinação de ferramentas diferentes pode ajudá-lo a analisar melhor o gráfico e descobrir ciclos repetidos.

Por fim, aprenda sobre gerenciamento de riscos e o que você pode fazer para limitar potenciais perdas. Observe o tamanho da sua posição com cuidado e tente não se deixar levar.

A prática leva à perfeição

Uma estratégia de negociação não é algo que deva ser fixado para sempre. Mais do que isso, uma estratégia não pode ser universalmente aplicada a todos os prazos e a todos os mercados. É importante aprimorar constantemente a estratégia usada e aprender com seus próprios erros. Avalie suas negociações para ajustar sua abordagem. Tente entender por que algumas de suas negociações fecham fora do dinheiro e use esse conhecimento no futuro.

Conclusão

Há vários aspectos importantes que você deve levar em consideração ao trabalhar em sua estratégia de negociação. Portanto, não tenha medo de gastar um pouco mais de tempo e adequá-la ao seu estilo de negociação. Siga consistentemente seu plano e negocie de acordo com a estratégia para alcançar o resultado desejado.

À plataforma