5 min read 

Na negociação, como em qualquer busca que envolva crescimento pessoal e aprendizado, você deve estabelecer metas para avaliar seu progresso. A questão é que as metas nos ajudam a fazer melhor as coisas em muitos campos profissionais, e a negociação não é uma exceção a essa regra. No entanto, para começar a avançar na direção certa, você precisa definir suas metas da maneira adequada. Aprenda como fazer isso lendo este artigo.

Metas boas vs. metas ruins

Que tipo de metas são as melhores para quem procura aprimorar suas habilidades de negociação? Quanto dinheiro você deve ganhar em um dia ou uma semana? Quantas negociações você precisa concluir no mesmo período? Acontece que estas não são as melhores métricas para avaliar seu progresso. Concentre-se no processo, não no resultado.

Suas metas podem ser formuladas assim: “Abrir uma negociação apenas quando as condições do mercado atenderem aos critérios estabelecidos em sua estratégia de negociação”. Você, portanto, irá desenvolver a disciplina necessária para cada trader e, ao mesmo tempo, dar um passo no sentido de se tornar um trader mais profissional.

Se não houver uma estratégia de negociação que você esteja usando atualmente, sua meta número um deve ser a de desenvolver uma. Caso contrário, você será vítima da negociação irracional e suas decisões serão ditadas por emoções e não pela razão. A este respeito, ler a literatura profissional (livros, artigos e este blog) pode ajudar muito. A propósito, a leitura de uma série de materiais educativos é uma meta excelente para todos os traders iniciantes.

Limites de controle

Na negociação, há certas coisas que você pode controlar: a quantidade de dinheiro que você investe em cada negociação, pontos de entrada e saída, ativos com os quais você escolheu trabalhar. Há também coisas que você não pode controlar, e uma delas é o próprio mercado. Não defina suas metas a partir de uma perspectiva de mercado, defina metas com base nos fatores que você, como trader, pode controlar.

Exemplos de metas ruins:

  • Ganhar $ 100 por dia / $ 1 mil por semana,
  • Ganhar pelo menos 50% de retorno em uma transação.

Exemplos de metas boas:

  • Usar no máximo 2% de todo o seu capital por negociação,
  • Ler pelo menos 1 livro sobre negociação a cada quinze dias.

Mais uma coisa a ter em mente é que a maioria dos traders quer metas defensivas que priorizem o capital existente, em oposição a metas ofensivas que se concentram em adquirir mais dinheiro. Em outras palavras, para melhorar suas habilidades de negociação, você deve esquecer o dinheiro e se concentrar em coisas que podem ajudá-lo a se desenvolver de verdade.

Conclusão

Negociar se trata tanto de psicologia humana quanto de habilidade e conhecimento. Ser capaz de dizer aonde você está indo é uma parte valiosa de sua prática de negociação. As metas são uma parte importante da sua estratégia geral de negociação. Você já estabeleceu metas de negociação para uma semana ou um mês?

Começar a negociar