7 min read 

Você já se pegou usando vários indicadores em seu gráfico com a premissa de “quanto mais, melhor”, esperando por um resultado positivo? Você já se perguntou se está usando a combinação certa de indicadores?

Se você ainda está confuso sobre a razão dos indicadores existirem, como usá-los e qual é o melhor momento para aplicar um ou outro, este artigo é para você. Vamos dividi-lo, tornando tão fácil quanto possível começar a aplicar análises técnicas ao seu gráfico agora mesmo.

Por que usar indicadores?

Os indicadores técnicos são aplicados ao gráfico de preços para analisar os movimentos de preços passados e prever os futuros. Cada indicador é basicamente um conjunto de funções e condições matematicamente definidas. Seus resultados são projetados no próprio gráfico de preços ou em uma área separada abaixo dele.

Indicadores técnicos são de grande utilidade para os traders de curto prazo. Como eles não são capazes de acompanhar os fundamentos (relatórios de resultados, notícias, mudanças socioeconômicas etc.), eles são de uso limitado para investidores de longo prazo.

É importante entender como classificar os indicadores e como combinar diferentes tipos corretamente. A aplicação adequada de indicadores pode ajudar a obter uma previsão mais precisa do movimento futuro dos preços. Em geral, é essencial entender como os indicadores funcionam, quais são suas limitações e o que você precisa considerar ao usá-los na negociação.

Duas categorias principais de indicadores são indicadores de tendência e osciladores.

Indicadores de tendência

Os indicadores de tendência suavizam o ruído do preço e localizam a linha de tendência no próprio gráfico de preços. Eles são baseados no desempenho passado do ativo. Eles também podem ajudar a determinar a força da tendência.

Aprenda a Usar Indicadores Técnicos Corretamente
O Alligator suaviza os padrões de preços e facilita o seu acompanhamento

Fiéis ao seu nome, os indicadores de tendência podem ajudar os traders a determinar a direção da tendência futura e a tomar uma decisão com relação à sua entrada. Os indicadores de tendência mais populares incluem Médias Móveis, Bandas de Bollinger, Alligator, SAR Parabólica e Ichimoku Cloud. É fácil distinguir indicadores de tendência de indicadores de diferentes tipos, pois eles geralmente são exibidos no próprio gráfico, enquanto os osciladores estão localizados abaixo do gráfico.

Osciladores

Os osciladores, por sua vez, ajudam os traders a determinar os níveis de sobrecompra ou sobrevenda de curto prazo. Eles são úteis para encontrar pontos de reversão de tendência, pois o preço do ativo tende a deixar áreas de sobrecompra ou sobrevenda depois de um tempo.

Aprenda a Usar Indicadores Técnicos Corretamente
Osciladores são excelentes para detectar pontos de reversão de tendência

Os osciladores não são tão eficazes em um mercado em plena tendência. Eles são mais úteis quando o gráfico não está mostrando uma forte tendência em qualquer direção. Eles geram sinais de entrada e saída nos momentos em que o preço do ativo se afasta muito da faixa atual. Os osciladores mais populares incluem IFR, Estocástico e Awesome Oscillator.

Como fazer combinações?

Para combinar indicadores com sucesso, é necessário definir o tipo de indicador que você está prestes a usar. Por quê? Porque, ao usar vários indicadores do mesmo tipo, você acaba recebendo sinais duplicados e definitivamente mais não é melhor nesse caso, pois esses sinais não podem ser usados para confirmar uns aos outros.

A regra de que você deve se lembrar é: a combinação ideal envolve indicadores que se complementam, não os que se repetem. O uso de mais de 3 ou 4 indicadores em um gráfico pode ser desnecessário. Portanto, escolha menos, mas com sabedoria. E não se esqueça de que, independentemente de quais indicadores você usa, eles podem fornecer sinais falsos de vez em quando. É seu dever como trader distinguir sinais verdadeiros de falsos.

Você também pode combinar seus indicadores com uma análise fundamental para uma visão mais completa.

À plataforma