6 min read 

Você já sentiu que quando você negocia em sua conta de prática, tudo parece dar sempre certo? O resultado das negociações é satisfatório e seu saldo cresce continuamente. Parece muito mais fácil ter um resultado positivo, e as perdas, geralmente, são insignificantes. Por que isso acontece ao negociar na conta de prática sem fundos reais investidos? Aqui estão as 3 maiores diferenças entre a conta de prática e a conta real.

O saldo da conta de prática é gratuito

Provavelmente a explicação mais óbvia, mas é verdade. Quando um trader usa fundos gratuitos para fazer suas negociações, é extremamente fácil ignorar as perdas e prestar atenção apenas na quantidade de ganhos. O fato de a conta de prática poder ser recarregada quantas vezes forem necessárias faz com que todos os erros que um trader cometa não importem, já que operam com uma quantidade ilimitada de dinheiro virtual.

É preciso esforço mental para ser tão cuidadoso com os fundos de prática quanto com o dinheiro real. A única diferença entre as contas é que o dinheiro da conta de prática é fictício: ele não pode ser retirado. Como os gráficos são idênticos (todas as cotações são iguais), as chances de perder ou ganhar são as mesmas para os dois tipos de contas. No entanto, as perdas na conta real incluem o capital investido, ou seja, dinheiro real.

O saldo da conta de prática é operado com grandes volumes

Quando você negocia na conta de prática, os investimentos que você faz são provavelmente centenas ou milhares de dólares. Quando os valores de investimento são tão grandes, no caso de a negociação fechar no dinheiro (in the money), o retorno provavelmente também será bastante considerável. Negociar com grandes valores traz satisfação e sensação de realização, mesmo que os fundos não sejam reais. É assim que nosso cérebro funciona: somos capazes de receber tanto prazer de uma simulação quanto da realidade.

Uma possível solução para isso pode ser tentar investir pequenas quantias e anotar os resultados das negociações durante a prática. Isso lhe dará uma perspectiva de quanto dinheiro você gasta e quais são os retornos reais.

Negociar com fundos reais desperta fortes emoções

É fácil notar que quando você negocia com o saldo de prática, você não sente nenhum medo. Não há nada de assustador em perder dinheiro que pode ser recarregado imediatamente. No entanto, quando se trata de seus próprios fundos conquistados com dificuldade, cada negociação está associada à incerteza, ao medo de perder, à ganância e ao desejo de ganhar mais. O saldo real não dá uma segunda chance. No caso de uma negociação não lucrativa, os fundos são perdidos. Isso causa um comportamento irracional que afeta a maneira como o trader pensa e, consequentemente, os resultados das negociações.

Evitar emoções fortes é muito difícil, mas não é impossível. Uma boa maneira de processá-las e lidar com o comportamento irracional é anotar todas as etapas. Isso pode incluir as especificações da negociação (valor do investimento, preços de abertura e fechamento, horário, ativo etc.), a abordagem de gerenciamento de riscos, tudo o que você considera válido e que deve ser considerado antes de fazer uma negociação. Isso pode ajudar a aliviar um pouco a pressão e a se concentrar melhor.

Conclusão

A maior diferença entre negociar na conta de prática e na conta real é a abordagem do trader, que geralmente é inconsciente. Uma maneira de gerenciar os resultados nos dois tipos de contas é negociar racionalmente e analisar os resultados. Você percebe alguma diferença em suas negociações nas diferentes contas? Como você gerencia suas emoções? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Negocie agora