12 min read 

Investir no mercado de ações pode parecer intimidante para os traders inexperientes. No entanto, essa classe de ativos não é tão assustadora quanto pode parecer e pode ser uma alternativa viável para, digamos, a negociação em Forex.

Vamos dar uma olhada nos fatos essenciais de como o mercado de ações opera.

1) O que é uma ação?

Uma ação, também chamada de participação, é uma parte de uma empresa. Quando um investidor compra uma participação de uma empresa, ele está comprando um pequeno pedaço da propriedade desse negócio. Empresas levantam capital para suas necessidades de negócios emitindo ações para o público.

2) IPO

Para levantar capital para investimento, uma empresa executa uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês para Initial Public Offering). Isso é feito em uma bolsa de valores. Uma IPO é quando a empresa decide vender ações do negócio em troca de investimento de investidores públicos. A empresa se lista no mercado por meio da bolsa de valores.

A empresa usa o capital arrecadado para fazer crescer o negócio, e as ações da empresa continuam a ser negociadas na bolsa de valores depois desse período entre compradores e vendedores do mercado. As ações negociadas em uma IPO são referidas como o mercado de negociação “primário” e as ações negociadas após a IPO entre compradores e vendedores externos são referidas como o mercado de negociação “secundário”.

3) Bolsa de Valores

As ações são compradas e vendidas em uma bolsa de valores, como a Bolsa de Valores de Nova York. No caso de uma IPO, a bolsa de valores atua como intermediária entre a empresa emissora das ações e o público. Em todos os outros casos, a bolsa atua como intermediária entre compradores e vendedores de ações.

Depois de uma IPO, traders e investidores continuam a comprar e vender as ações da empresa na bolsa, no entanto, a empresa não recebe mais nenhum valor dessa transação.

4) Ordens

O mercado de ações costumava ser um lugar físico onde os investidores se reuniam para comprar e vender ações, em pregões em todo o mundo, em Nova York, Londres e Tóquio, por exemplo. Os preços de negociação de ações eram negociados entre pessoas reais em um leilão aberto e ao vivo.

Hoje, a maioria das transações ocorre eletronicamente. As ordens de compra e venda são feitas através de corretores que fazem a interface com a bolsa de valores e executam ordens para os investidores. A maioria das ordens de negociação é processada por meio de sistemas eletrônicos e algoritmos que determinam em que sequência as ordens são executadas.

5) Símbolos Ticker (ou símbolo de registro)

As ações são listadas no mercado pelo que é conhecido como “símbolo ticker“, “símbolo de registro” ou simplesmente “ticker“. São códigos ou nomes de formato abreviado que tornam a pesquisa e a comunicação sobre cada ação individual consistente, prática e acessível.

Por exemplo, o símbolo ticker “MSFT” refere-se a ações da Microsoft. Este sistema evita ambiguidades, pois quando você vê um preço cotado da MSFT ou uma notícia referente a ações da MSFT, você pode ter certeza de que ambos estão se referindo ao mesmo ativo, ou seja, ações da Microsoft.

6) Índices

Os participantes do mercado rastreiam índices de ações bem conhecidos como uma indicação do desempenho geral do mercado de ações. Três dos mais seguidos são o Dow Jones Industrial Average, (conhecido como Dow), o S&P 500 e o Nasdaq Composite. 

O Dow é um índice de ações que acompanha as 30 principais empresas dos EUA, enquanto o S&P 500 segue as 500 maiores empresas americanas por capitalização de mercado, e o Nasdaq Composite mede as empresas listadas na bolsa Nasdaq (e é, portanto, fortemente ligado a empresas de alto crescimento e de tecnologia).

7) Volumes do mercado de ações

O volume diário é o número de ações negociadas em cada dia de negociação. Ações que têm alto volume diário são as preferidas dos investidores porque isso cria liquidez, o que significa que os traders podem comprar e vender ações com maior facilidade. Quando o volume é baixo, um investidor pode não ser capaz de comprar e vender ações na hora e na quantidade que julgar mais convenientes.

Impulsionados por um boom na infraestrutura tecnológica e riqueza, volumes de negociação têm crescido rapidamente a cada década.

8) Quando comprar?

O principal motivo para comprar ações como investidor é você acreditar que o valor das ações aumentará com o tempo. No longo prazo, os investimentos no mercado de ações demonstraram crescer na taxa mais rápida de todas as classes de ativos, mas essa é uma tendência geral de longo prazo e não uma certeza em cada caso de investimento individual. Muitos investidores compram uma cesta de diferentes ações para se beneficiar da diversificação e capturar essa tendência geral de crescimento.

9) Dividendos

Muitas empresas, especialmente aquelas mais bem estabelecidas, pagam dividendos aos acionistas. Um dividendo é uma parcela dos lucros da empresa e é pago periodicamente aos investidores, geralmente a cada trimestre. Os dividendos são independentes das flutuações no preço das ações.

Enquanto o preço da ação depende dos compradores e vendedores externos no mercado, o dividendo depende do desempenho interno de lucro, bem como da política de dividendos, pois a empresa pode optar por reinvestir todos os lucros em vez de desembolsar lucros como um dividendo.

10) Flutuações do Preço das Ações

Os preços das ações podem se mover rapidamente e por uma série de razões, incluindo fatores políticos e econômicos, mudanças sociais, desastres naturais, cobertura de notícias, humor dos investidores e muitos outros. Os preços das ações flutuam com base na forma como esses fatores afetam a demanda e a oferta das ações das empresas. Se a oferta exceder a procura, os preços das ações tenderão a cair, e se a procura exceder a oferta, os preços das ações tenderão a subir.

Ao negociar ações, a dificuldade está em identificar quando e em que medida a procura e a oferta no mercado mudarão. Vale observar que uma grande parte dessa mudança encontra suas razões na psicologia do investidor. A identificação de oportunidades fundamentais de valor em determinados negócios é apenas uma parte da equação. A antecipação de eventos externos e o sentimento do investidor também são componentes centrais para identificar as oportunidades do mercado de ações.

Na plataforma IQ Option, você tem a oportunidade de negociar CFDs com ações das empresas mais famosas do mundo. Para fazer isso, clique no botão “Abrir novo ativo” e escolha Ações na lista de opções disponíveis.

Negocie agora

OBSERVAÇÃO: Este artigo não é um aconselhamento de investimentos. Quaisquer referências a movimentos ou níveis históricos de preços são meramente informativas e baseadas em análises externas, e não garantimos que tais movimentos ou níveis provavelmente se repitam no futuro. Em conformidade com os requisitos da Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados (ESMA), a negociação de opções binárias e digitais só está disponível para clientes categorizados como clientes profissionais.

AVISO GERAL DE RISCOS:

CFDs são instrumentos complexos e trazem consigo um alto risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 73% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro quando negociam CFDs com este provedor. Você deve considerar se entende como os CFDs funcionam e se você pode correr o risco de perder seu dinheiro.