4 min read 

O Partido Comunista da China recentemente baniu todas as atividades relacionadas ao comércio de criptomoedas dentro do território nacional. Como resultado, muitos entusiastas de cripto e traders ativos, assim como seu dinheiro, estão deixando a China. Para onde eles estão indo? Muito provavelmente para os países vizinhos. O Japão e a Coreia do Sul são as opções mais proeminentes, já que ambas nações possuem uma política livre e irrestrita em relação ao comércio de criptomoedas. O Japão agora está liderando o mercado de negociações de Bitcoin no mundo, ultrapassando até mesmo os Estados Unidos. Até 44% de todos os negócios de BTC são realizados em iene japonês.

O Japão Agora Está Liderando As Negociações de Bitcoin
O Japão Agora Está Liderando As Negociações de Bitcoin

Diferente dos parceiros chineses, os oficiais Japoneses parecem entender o papel que as criptomoedas vão desempenhar na economia do amanhã e os benefícios que terão aqueles que as adotarem cedo. Ou seja, uma postura mais liberal sobre Bitcoin e altcoins. No entanto, a Terra do Sol Nascente não pretende deixar essa esfera completamente sem supervisão. O governo japonês está procurando oportunidades de pesquisar e investigar as trocas de Bitcoin, mas só por um certo tempo, provavelmente limitado ao mês de outubro. A julgar pelos resultados reunidos durante o período da pesquisa, serão concluídas então quais as ações que devem ser tomadas para tornar o mercado um lugar melhor e mais seguro. Alguns acreditam que está por vir um programa de licenças especiais para o comércio de BTC.

Um dos oficiais da Agência de Serviços Financeiros Japonesa (FSA) afirmou: “Nós buscamos ambos – promover o mercado e executar a regulação.” O movimento, portanto, não está visando prejudicar o crescimento do mercado de criptomoedas. Muito pelo contrário, ele pode contribuir para transações saudáveis a longo prazo.

Volume de negócios da BTC ao longo do tempo
Volume de negócios da BTC ao longo do tempo

O que isso significa para a indústria como um todo? As criptomoedas agora são grandes o suficiente para serem reconhecidas por governos centrais como uma parte importante do sistema financeiro. Essa semana, Mario Draghi, diretor do Banco Central Europeu, apontou que está além de sua autoridade controlar operações peer-to-peer. Mais desenvolvimento na infraestrutura para o trading seguro e sustentável de criptomoedas com certeza contribuirá para o crescimento a longo prazo dos volumes de negócio em cripto.

Negocie criptomoedas aqui