6 min read 

Se jogado de um lugar alto o bastante, até um gato morto pode quicar” é o que diz um velho ditado de Wall Street. A ideia é que, mesmo após uma forte recessão, os mercados mostram sinais de recuperação e os preços, pelo menos temporariamente, voltam a subir. A frase foi introduzida pela primeira vez em 1985, quando os mercados de ações da Malásia e de Singapura mostraram sinais de recuperação após uma forte recessão, mas continuaram a cair depois disso. Vamos ver como funciona um padrão com um nome tão peculiar e como os traders podem usá-lo em suas estratégias.

O que é o “Pulo do Gato Morto”?

Um mercado em tendência é quase sempre acompanhado por pequenos recuos, recuperações temporárias de preços. O “Pulo do Gato Morto” é uma recuperação curta do preço em um mercado em queda. De acordo com Thomas N. Bulkowski e sua “Enciclopédia de padrões de gráficos” (Encyclopedia of chart patterns), o “Pulo do Gato Morto” acontece em três etapas. Primeiro, o preço do ativo cai cerca de 30% em apenas algumas sessões de negociação, depois os preços fazem um movimento contrário, recuperando parte de sua perda. A terceira fase é quando os preços caem novamente, perdendo todos os seus ganhos recentes e mais.

Um “Pulo do Gato Morto” no petróleo WTI

O “Pulo do Gato Morto” é um padrão de continuação, o que significa que após a curta recuperação do preço, ele continua sua queda. Ele só é considerado confirmado se o preço retomar sua direção de queda e atingir uma nova mínima, abaixo de seu valor anterior.

Como negociar este padrão?

A princípio, o padrão pode parecer um padrão de reversão, já que o preço pode simplesmente continuar subindo após a queda acentuada. É por isso que os traders precisam usar ferramentas de análise técnica e fundamental para estimar a duração do movimento de recuperação e o possível desenvolvimento do preço posteriormente. Os traders podem incorporar osciladores e indicadores de tendência para formar uma opinião baseada em informações mais sólidas. Por exemplo, uma combinação de Média Móvel, MACD e indicador IFR pode ser aplicada.

O “Pulo do Gato Morto” é normalmente observado em intervalos de tempo mais longos, com o mercado em recessão. No entanto, tanto traders de curto quanto de longo prazo podem usá-lo. Ele é originalmente um padrão de negociação de ações, no entanto, pode ser universalmente aplicado a qualquer ativo que apresente uma queda acentuada no preço.

Os traders de curto prazo podem tentar tirar vantagem do curto movimento de recuperação e “surfar” a tendência de alta. No entanto, é necessária uma estratégia de gerenciamento de riscos bem pensada e autocontrole geral para fechar a negociação a tempo, antes que o preço atinja uma nova mínima. Os traders podem definir um Stop Loss ou um Trailing Stop Loss para gerenciar o risco.

Os traders de longo prazo podem achar que o curto movimento de recuperação é uma oportunidade de entrar em uma posição vendida a um preço mais alto, no entanto, eles precisam ter cuidado e diferenciar um “Pulo do Gato Morto” de uma reversão de tendência propriamente dita.

Seja qual for sua estratégia, lembre-se de que não existe um padrão que garanta 100% de resultados positivos. O “Pulo do Gato Morto” pode ser especialmente complicado, pois é muito difícil saber o comportamento do preço com antecedência. Pode ser uma boa ideia usar indicadores e buscar informações adicionais, como notícias econômicas, para conformações adicionais.

Negocie agora