5 min read 

Esta é a segunda parte do nosso guia mais extenso para escolher sua própria estratégia/método de negociação. O objetivo é fornecer a cada trader a oportunidade de decidir sobre o que é melhor para ele, dependendo de suas preferências de negociação.

Na parte 1, falamos sobre o período e o ativo. Essas duas coisas são, essencialmente, os fatores principais nos quais uma estratégia/método de negociação se baseia. No entanto, há outras coisas a serem consideradas ao criar um plano de negociação: fatores internos, como experiência, abordagem e objetivos do trader. Essas características pessoais influenciam muito a maneira como você negocia, por isso, é igualmente importante prestar atenção a elas para poder tomar decisões mais acertadas.

Como Escolher Uma Estratégia? Decida O Que É Melhor Para Você: Parte 2Experiência

Os traders iniciantes que estão apenas começando a explorar as peculiaridades da negociação podem não estar prontos para usar as mesmas ferramentas e técnicas que seus colegas mais experientes. Quanto você sabe sobre negociação?

Caso sua resposta indique que você ainda não tem certeza sobre os conceitos básicos, esta pode ser uma boa oportunidade para estudá-los outra vez. Antes de negociar com fundos reais, é crucial aprender os termos essenciais que você pode encontrar durante o processo. Verificar, por exemplo, os padrões comuns de velas, bem como entender a finalidade das ferramentas gráficas e indicadores também pode ajudar no desenvolvimento de uma abordagem de negociação funcional.

Se você estiver bem informado sobre as ferramentas básicas de negociação, pode mergulhar mais fundo em estratégias de negociação mais avançadas, como a Teoria das Ondas de Elliott. Isso não significa que os métodos usados por traders iniciantes sejam irrelevantes. Esta pode ser uma ótima maneira de ampliar seus horizontes e explorar o mercado financeiro mais profundamente.

Como Escolher Uma Estratégia? Decida O Que É Melhor Para Você: Parte 2Objetivos

Definir suas prioridades na negociação é bastante semelhante a definir seus objetivos na vida. Enquanto alguns querem apenas se divertir, outros estão concentrados em alcançar resultados. Que resultado você espera de sua negociação?

Embora não seja possível prever se o seu resultado será positivo ou negativo, visto que negociar é muito arriscado, ainda é importante visualizar o resultado desejado. Isso o ajudará a entender se você é mais um investidor de longo prazo ou um trader de curto prazo.

Determinar seus objetivos também é um bom ponto de partida para o planejamento de uma abordagem de gerenciamento de riscos. Calcular o seu capital e a quantidade de fundos que você está pronto para investir e, potencialmente, mesmo perder, o ajudará a decidir quais métodos você prefere usar e ajudará a estabelecer a rotina de negociação. Por exemplo, com base no capital de negociação, um trader será capaz de planejar a quantidade de negociações que deseja executar.

Determinar objetivos na negociação é o primeiro passo que todo trader deve dar para planejar suas atividades futuras da maneira correta. Isso pode ajudar a evitar muitos erros comuns cometidos por traders novatos.

Conclusão

Planejar uma estratégia de negociação pessoal pode parecer complicado, porém, ao dividir essa tarefa em partes menores, as coisas ficam mais simples. Para criar sua própria estratégia de negociação, verifique as partes 1 e 2 deste guia e responda às perguntas de cada parágrafo. Leia os materiais vinculados e use-os em seu progresso. Boa sorte!

Negocie agora